quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

Boeing Ordena Inspeção em Todos os 787 Após Pouso não Programado





No mesmo dia em que um Dreamliner fez um pouso não programado por causa de um problema mecânico, a Boeing relatou às autoridades norte-americanos que ordenou uma inspeção em toda a frota de 787 por causa de um possível problema na tubulação de combustível.
Esses últimos acontecimentos, apesar de não raros, causaram transtornos à Boeing, que ainda se esforça para apagar a imagem negativa que o atraso de 3,5 anos na fabricação do 787 deixou. O problema mais recente envolveu um 787 Dreamliner da United Airlines com 184 pessoas a bordo que ia de Houston (Texas) a Newark (Nova Jérsei).
O avião fez um pouso de emergência em Nova Orleans por causa de um problema mecânico ainda desconhecido. A Boeing avisou na terça-feira às autoridades dos Estados Unidos que pediu revisão na tubulação de combustível de todos os 787s em serviço, já que duas companhias não norte-americana relataram vazamentos. A Boeing se recusou a identificá-las.
A japonesa All Nippon Airways, primeira a usar o Dreamliner, disse nesta quarta-feira que avisou as autoridades dos Estados Unidos e a Boeing sobre o vazamento. A Japan Airlines fez inspeção nos seis 787 que opera e não encontrou nenhum vazamento. A Air India opera três Dreamliners.

Fonte: Radar Aéreo

0 comentários:

Postar um comentário